Quem sou eu

Minha foto
Londrina, PR, Brazil
Mestre em Psicanálise Clínica,Professor de Psicologia, Psicanalista Clínico, Psicopedagogo , Especializando em Psicologia Jurídica.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

As Cinco Atitudes do Amor - tema dos Grupos de Reflexão dos familiares de Dependentes Químicos


O RESGATE DA AUTORIDADE DOS PAIS NA RELAÇÃO COM OS FILHOS.
COMO CRIAR UM CANAL DE AMOROSIDADE COM OS FILHOS E COLOCAR
LIMITES SEM CULPAS, MÁGOAS OU MEDO DE PERDÊ-LOS

“Nada irá mudá-lo senão a visão daquilo que o coração dele deseja mais ardentemente”. (pp.27 - O Poder Restaurador dos Relacionamentos Humanos, Larry Crabb)

ATITUDES


RESGATANDO A AUTORIDADE
DOS  PAIS


1ª ATITUDE
separar o(a) filho(a) de seu comportamento. Amamos nosso(a) filho(a). são
alguns comportamentos dele(a) que não aceitamos. Temos que pensar várias
vezes ao dia: amo meu filho(a), eu não aceito é o comportamento dele(a).



2ª ATITUDE
Sempre que formos falar com nossos filhos para elogiar e/ou corrigir, devemos definir quem é quem nessa relação, e quais suas funções. Sempre temos que começar com as palavras mágicas: Eu sou sua mãe (ou pai), você é meu filho(a)
e amo muito você e gostaria... . Nunca se esqueça que SEMPRE seremos os pais
e eles os filhos, não importa a idade.


3ª ATITUDE
Abraçar os filhos no mínimo três vezes ao dia. Não é um abraço espontâneo;
é um abraço planejado, intencional, estratégico, é o “dever de casa dos pais”.
Sempre que abraçar, mentalizar a ordem: “o seu coração vai ouvir o meu coração”.


4ª ATITUDE
Elogie uma vez ao dia seu filho(a). Aposte no positivo!
Como construir um elogio?
1)    Identifique o que de positivo o filho fez.
2)  Pergunte-se: Qual a qualidade de um filho que faz uma coisa dessas?
3)  O elogio é justamente a qualidade, o adjetivo.
4)  Após elogiar, é de fundamental importância dizer como você se sente: Feliz, contente, orgulhoso, ... com o comportamento dele.
Os elogios por atitudes do passado são sempre bem vindos. É um reconhecimento!


5ª ATITUDE
Use o poder de seus sentimentos e de sua afetividade. Não converse com seu filho cobrando, brigando, usando argumentos racionais. Traga o diálogo para a afetividade, fale na primeira pessoa. Para isso comece sempre o diálogo com a palavra EU!

Um comentário:

  1. Estas atitudes foram elaboradas pelo Dr. Valdir e são utilizadas pelo Adole Ser nos Postos de Saúde do Gama. A coordenação deste Projeto é feita pelo Médico Dr. Marcos Cesar Petindá e pela Enfermeira Maria de Lourdes.

    ResponderExcluir